Como Curtir os Jogos Olímpicos com as Crianças?

Como Curtir os Jogos Olímpicos com as Crianças?

Jogos Olímpicos: como curtir em casa com as crianças

Nem só quem vai ver os Jogos pessoalmente se diverte. Em casa, dá para reunir os amigos das crianças, preparar lanches temáticos e caprichar na decoração.

OLIMPÍADAS MIRIM

Que você acha de chamar os amigos para integrarem um time e dar início à uma competição saudável e divertida?! Cada um escolhe um país representativo e uma modalidade esportiva dentre as inúmeras dentro dos #jogosolimpicos2016 e peça pra mamãe ajudar a procurar o hino e a descobrir quem são os melhores atletas!

QUE PAÍS É ESSE?

Fazer as bandeiras dos países é um passatempo que entretém e educa a criançada ao mesmo tempo. Com uma caixa de lápis de cor, canetinha ou giz de cera, é possível produzir itens decorativos para a mesa ou para torcer durante os jogos! E o que você acha de produzir sua própria medalha?! Utilize papel cartão ou cartolina nas cores amarelas, cinza ou marrom para representar as colocações na competição e um cordão para pendurar!

FIQUE LIGADO

Na televisão aberta, os canais que transmitirão os Jogos Olímpicos são Globo, Bandeirantes e SBT. Faça uma sessão com direito a pipoca quando houver competições do time brasileiro para que nossos #futurosatletas sintam a emoção de torcer para um herói nacional!

MIRE O ALVO
Depois de conhecer novas modalidades olímpicas e tantas histórias de superação, é hora de incentivar a permanência do esporte no cotidiano do seu filho! Esporte é saúde garantida! Determinação! Disciplina!

O que seu filho pode aprender com o Jogos Olímpicos?

O que seu filho pode aprender com o Jogos Olímpicos?

Com o assunto super em alta e sendo tema multidisciplinar dentro das atividades escolares, seu filho adquire um rico conhecimento sobre: HISTÓRIA das #olímpiadas: estima-se que aconteceram na Grécia Antiga entre 776 a.C. e 393 d.C. como uma competição dedicada aos deuses do Olimpo e também de culto às qualidades físicas do corpo. Na época, eram praticados corrida, salto, lançamento de disco, luta, boxe, pancrácio (uma espécie de arte marcial com a qual diz-se que Teseu derrotou o Minotauro na mitologia grega) e corridas a cavalo. GEOGRAFIA: Tenha um mapa-múndi à disposiçãopois são 206 países participando este ano que podem ser apontados e associados com seus melhores atletas e modalidades em destaque. Não esqueça e apresentar a Grécia no mapa para ensinar que a primeira edição moderna dos Jogos foi realizada em 1896 em Atenas, na época com apenas 13 países participantes. DISPERTAR O INTERESSE POR ESPORTES: Esse é um momento propício para refletir junto aos pequenos sobre a importância do #esporte para nossa saúde e bem-estar, além de conhecer novas modalidades que eles não têm muito contato e, quem sabe, gerar futuros atletas. PATRIOTISMO: Vamos explicar o quão marcante é para o Brasil receber um evento dessa grandeza e ressaltar o lado positivo de sediá-lo.

PARALÍMPICOS: acontecem entre 7 e 18 de setembro e é uma ótima oportunidade para desenvolver respeito às diferenças e falar de superação e limites do corpo. COOPERAÇÃO: A relação com o outro está em foco a todo o momento nos jogos. Insista em como o trabalho em time ou mesmo da equipe de treinamento que dá suporte aos #atletas individuais são importantes para os resultados buscados.VALORES HUMANOS: Compromisso, disciplina e persistência são qualidades que devem ser ressaltadas para que os atletas superem seus limites e cheguem ao pódio. A hora também é propícia para explorar com os pequenos a humildade de quem vence e o respeito à vitória do outro.

☺✌

#futuroatleta #jogosolimpicos2016 #RiodeJaneiro #maternidade #instababy #instabebe #instamamae #familianaarenaolimpica

fonte: adaptado revista Crescer

Jogos Olímpicos 2016: Dicas para Crianças na Arena!

Jogos Olímpicos 2016: Dicas para Crianças na Arena!

9 dias para os #jogosolímpicos2016! os ingressos já foram comprados e seus filhos estão ansiosos para assistirem às partidas🏆Aqui vão algumas dicas valiosas para curtir ao máximo essa experiência!✔Na bolsa: nada de objetos pontiagudos ou cortantes, bastões de selfie, comida só alimentos industrializados em embalagens fechadas. No Rio faz calor, então não esqueça o protetor solar, a garrafinha de água e o boné. Dá para entrar com carrinho de bebê nas arenas, mas não nas arquibancadas (será possível guardá-lo junto ao balcão de informações). Binóculos e almofadas para a criança ficar mais alta estão liberados.(↪Nós aqui do PimentinhaCarioca participamos de alguns eventos testes em meses que antecederam os jogos e algumas dessas informações não foram exatamente cumpridas… comidas foram barradas, até mesmo as papinhas industrializadas e água apenas liberadas em garrafinhas de plástico transparente e sem o rótulo. Enfim.. menos é mais nessa hora para vocês não terem seus objetos retidos↩)✔Infra básica: Como é previsto por lei, mulheres com crianças de colo terão preferência nas filas; os banheiros terão fraldário e os locais terão restaurantes e lanchonetes. (↪Mas olha… o preço estará lá nas altuuuuras…
💸↩)✔Segurança: Todas as arenas terão postos de distribuição de pulseiras de identificação para crianças. Se vai levar mais de uma criança, procure vesti-las com camisetas da mesma cor – é mais fácil para não perdê-las de vista. Outra dica é não ter pressa para ir embora quando o jogo acabar: espere o local esvaziar para sair sem correria e aglomerações. Se precisar de algum tipo de ajuda, os funcionários vestidos com camisetas da cor verde serão os responsáveis pelo atendimento ao público, e os de vermelho, pelos serviços médicos.✔
Para ir e vir: Foi criado o “cartão olímpico”, que será aceito em todos os meios de transporte durante os Jogos Olímpicos – trem, metrô, ônibus, vans, barcas e teleférico. Carros vão ter que parar em bolsões bem longe das entradas – uma boa ideia é pegar um táxi ou Uber até a estação de ônibus BRT mais próxima.🚗💨 fonte:adaptado revista Crescer
#futuroatleta #RiodeJaneiro #instamamae #pimentinhacarioca #familianaarenaolimpica

Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio2016

Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio2016

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos estão chegando! Entre 5 e 21 de agosto e 7 a 18 de setembro respectivamente, o Rio de Janeiro sediará este grande evento esportivo e a cidade passou e ainda passa por modificações significativas para receber atletas do mundo todo. Contradições à parte, os próximos posts sobre este tema serão para ajudar os papais a abordarem este momento histórico na vida do seu filho da melhor forma possível. E vc.. está preparado para inserir de forma positiva todas as informações que os meios de comunicação e ensino irão disseminar? Aproveite para plantar uma sementinha do bem no coração do seu futuro atleta!!

Vovó Coruja

Vovó Coruja

unnamed (24)A origem de uma avó são duas: a de ser a “mãe” ou de ser a “sogra”. Já pensaram nisso? O que fazer quando os netos chegam? Complicado para alguns? Acredito que não.

A Vovó é uma mulher inteligente ou, pelo menos deveria ser. Eu sou a mãe ou sou a sogra? Ah! Sou simplesmente a Vovó, cheia de amor pra dar e receber de coração aberto, todos os
netos que aqui estão ou ainda vão chegar.

Em certa ocasião ouvi de um doutor especialista em ”VIDA” que, o bebê até dois anos aproximadamente, carrega em todas as suas células a química e estrutura molecular iguais as da sua mãe, daquela que o gerou, daí a grande sintonia que eles têm entre si… As emoções expressadas pelo bebê, nestes dois primeiros anos, recebem uma forte influência gerada pelas ações e sentimento materno.

Neste momento, meus estudos, minhas crenças e vivência, me fazem crer que esta “ligação” entre mãe e filho acontece para além da biologia. Somos todos, influenciados pelo meio em que vivemos. Por isso o cuidado com ele.

Então… Se a mamãe estiver calma, com certeza o neném terá grande probabilidade de estar calmo também. Se mamãe estiver nervosa, ou triste, ou insegura e cansada… O que sentirá este bebê? Pense nisso queridas vovós… Somos inteligentes e com certeza estaremos ao lado dessa mamãe, como “parceiras”, possibilitando segurança, carinho e muito amor. Mesmo que de longe, via telefone, e-mail, mensagens e até em pensamento!!!

Alguns cuidados são necessários para um bom relacionamento: nada de competição, dar espaço para que papai e mamãe tenham tempo sozinhos com o filhote e principalmente identificar a hora de “tirarmos o time de campo”.

Acreditar sempre que todos são capazes de plantar e colher. Nossa experiência de vida e bom senso garantirão uma das melhores e mais belas jornadas de nossa vida:

Ser Avó.

Indira V. Mamede

Página 1 de 212